[Tutorial] BeeF – Framework para exploits em browsers (Firefox, IE etc)

Neste artigo vamos demonstrar o uso do Beef, um framework para exploits em browsers (Firefox, Mozilla, Opera, IE e outros navegadores), veja na sequência.

1° passo

Executar o instalador do Beef. Há duas opções (menu K—> Services —> BEFF —> Setup BeFF) ou, como usaremos aqui, via shell bash (para isso, você deve ter privilégios com root ou autenticar como root):

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

2° passo

Digite uma senha para acessar futuramente o painel administrativo via Web do BeFF.

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

3° passo

Como estamos testando, por sugestão usamos a palavra “teste” como senha, mas lembre-se das regras para obter uma senha forte. Em ambiente real e de produção, ao instalar este framework, verifique se não há ninguém por perto, pois a senha é exibida, não ofuscada por ******, tome cuidado.

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

4° passo

Agora o BeFF nos orienta a abrir um browser (pode ser o Firefox ou IE) e digitarmos o IP que ele demonstra nesta tela (no meu caso foi http://192.168.1.4/beff), no seu computador pode estar um pouco diferente.

O BeFF avisa sobre um exemplo de página de Internet para testar um exploits XSS, que você pode acessar em http://192.168.1.4/beff/example.html.

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

5° passo

Usando o BeFF em um browser você pode ver um painel de controle que só tem acesso quem tiver a senha administrativa, que foi configurada na instalação do BeFF.

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

O painel de controle do BeFF é dividido em três partes básicas:

  1. Menu
  2. Status
  3. Geral
Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

Para testarmos a eficiência do BeFF sobre exploits de browsers, já há um exemplo criado (apenas para testes mesmo), na própria página.

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

Esta é a página contendo uma simulação de ataque XSS Cross-posting, que por sinal, sendo em ambiente real de produção, dentro de uma empresa é bastante perigoso.

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

Repare agora (onde? ZOMBIES) que foi gerado um alerta no status do BeFF, demonstrando quem está atacando através do IP de origem, sistema operacional (que o atacante está usando) e até mesmo o gerenciador de janelas (no caso KDE).

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

Basicamente o BeFF lhe oferece isso, detecção sobre ataques por exploits em browsers (navegadores de Internet). Aqui vemos um módulo sobre exploit para IMAP4 (protocolo para emails). Para verificar os módulos você deve criar o menu “Standard Modules” e escolher o módulo que você deseja.

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

Este módulo é para configurar detecção de exploit para Asterisk via browser navegador.

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

Módulo para detecção de exploit XSS (acho que testei isso num site “bem conhecido esses dias”, humm…não vou falar quem é não. Tenho ética profissional).

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

Este módulo detecta informações sobre Steal Clipboard (roubo de dados do Clipboard – Copiar/Colar ou Recortar/Colar) via Browsers (navegadores) – só funciona em Internet Explorer.

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

Módulo para teste de exploits em plugins Flash

.

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

Módulo para teste de exploits em plugins Java Applet.

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

Módulo para teste de exploits em Javascripts

.

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

Módulo para teste de exploits por URL Request (geralmente os atacantes anexam algum executável Win32).

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

Módulo para teste de exploits em URLs visitadas.

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

Módulo para detecção de exploit para Service Pack 2 do Microsoft Windows XP.

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

Módulo para detecção de exploit para Safari do Mac OS.

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

Módulo para detecção de Distributed Port Scanner (Scanner de Portas Distribuídos pela Internet).

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

Configuração do BeFF, no caso em qual caminho, para você acessar via IP.

Linux: É o hora do churrasco de....exploits! Que?!? Não! Para Churrasco e Exploits, use BeFF.

É isso aí, pessoal até a próxima.

Créditos: firebits

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: